top of page

Tecnologia e humanização dão suporte para a HR projetar o futuro


Em janeiro deste ano, a HR introduziu a tecnologia Data Science com o propósito de analisar de maneira eficiente os dados da empresa e assim desenvolver soluções imediatas para várias questões. O objetivo final é atender com mais eficiência os mercados atacadista e varejista, a partir da identificação do seu público, visualização de comportamentos, detecção de falhas no processo de produção e enxergar pontos de mudança em atividades diárias na organização.

A análise de dados tem ajudado no desenvolvimento de ferramentas e metas que estão otimizando o trabalho em vários setores da empresa. Mesmo dentro do “olho do furacão” da pandemia do Coronavírus, a HR mantém o foco na busca de excelências que lhe garantem um crescimento estruturado ao longo tempo. Equilibrando finanças, bem-estar do seu corpo de colaboradores e continuidade do seu processo produtivo desde março, quando do surgimento das medidas de segurança advindas em função da COVID-19, a empresa trabalha continuamente em busca de gestões humanas e tecnológicas que fortaleçam a integração e a troca de informações entre suas equipes e departamentos.

Além da implantação da ferramenta Data Science, melhorias em maquinário para cumprir prazos e manter a qualidade dos seus produtos e investimentos em seu capital humano estão transformando a rotina da empresa. Entre os dias 17 e 21 de agosto, 40 colaboradores dos setores de Extrusão e Manutenção participaram de um treinamento, realizado integralmente nas dependências da fábrica e dividido em teoria e prática, com o objetivo de aprimorar suas habilidades operacionais. Rodrigo Bastos, gerente do setor Comercial, enfatiza que as medidas adotadas em plena crise do Coronavírus, que tem levado empresas à falência e forçado demissões em massa no país, é uma demonstração da disposição da HR em não se deixar vencer pelas adversidades e que o comprometimento com seus clientes resulta na valorização da aprendizagem contínua.


bottom of page