Chega de “vilanizar”o plástico. É hora de repensar atitudes!

postado em: 27 ago 2021

Estudo da ONG Ocean Asia revela que as máscaras resultam num adicional de 4.680 a 6.240 toneladas de poluição marinha, e cada máscara levará até 450 anos para se decompor.

Relatório da OceanAsia, uma organização dedicada à conservação dos Oceanos, indica que cerca de 1,56 bilhões de máscaras faciais foram parar nos mares do Planeta. Ou seja, além do isolamento e da crise econômica, a pandemia agravou um problema ambiental antigo: a poluição de mares e oceanos em função do descarte incorreto.

O relatório despertou a atenção do presidente da Abief (Associação Brasileira das Indústrias de Embalagens Plásticas Flexíveis), Rogério Mani, que, em um editorial, trouxe para discussão o fato do mundo “vilanizar” o plástico no tocante à questão ambiental e não questionar outros fatores. Em seu texto, Mani afirma que o mais importante é “mudar o rumo das coisas, a partir de campanhas de educação e de conscientização, além de acionar o poder público a investir em saneamento e em sistemas eficientes de coleta seletiva”.

Vale conferir na íntegra este editorial:

 

 


Voltar
Tradução »

Hiperroll Embalagens. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento Misto Quente Comunicação